Segunda, 27 Abril 2015

Quarto Montessoriano... Tudo ao Alcance!

 

Vocês já ouviram falar no Quarto Montessoriano? É um modelo muito bacana para se montar o quarto do bebê.

O quarto Montessoriano deve ser estruturado de acordo com a ótica da criança e não do adulto, de forma que ela circule livremente no seu ambiente explorando as coisas que estão ao seu alcance.

Como planejar um quartinho Montessoriano?

Sempre temos que ter em mente o pensamento do bebê e não nos olhos dos adultos. A prioridade é a liberdade que a criança deve ter de ir e vir e, o ponto fundamental é no desenvolvimento do ambiente.

Algumas dicas para montar um quarto montessoriano:

• O berço é substituído por um tablado no chão com o colchão e seus protetores em volta, para que ela possa sair e voltar quando quiser. (foto berço rosa)

• Os brinquedos devem ficar sempre a mão, em uma altura que a criança consiga pegar com facilidade.

• Espaço livre para que possa brincar e aprender.

• Espelho, bem fixo na parede, baixo, para que a criança possa se ver. (papel que imita o espelho para não haja perigo para o bebê)

• Barras na parede, para que ela possa começar a andar sozinha sem ajuda dos pais.

Confiram o modelo na foto abaixo!

 

Quarta, 22 Abril 2015

Uso do Mandrião

 

O mandrião é uma longa túnica que pode ser bordada ou rendada, e deve ser usada em bebês de até no máximo 6 meses. A cor branca expressa a cor da pureza e representa a ligação entre o Sagrado e o recém-nascido. O mandrião é usado especialmente nos batizados reais, na Europa alguns padres ainda fazem questão do uso do mandrião. O bonito na história do mandrão é o fato de ele ser passado de geração para geração.

Como é uma roupa unissex e ser independente da moda, se batiza o bebê no mandrião que foi usado pela mãe, pai, avó, avô e etc. Outro detalhe interessante na tradição do mandrião é bordar o nome de cada bebê da família que é batizado nele. Assim o Mandrião passa a fazer parte literalmente da história da família!

Segunda, 13 Abril 2015

Qual o melhor período para montar o quarto do Bebê

 

Planejar um quartinho maravilhoso para o bebê é uma grande prioridade para quem está grávida.
Inicie o processo de decoração, por volta do quinto mês (17 a 21 semanas), pois a instabilidade da gestação já se passou e o sexo do bebê já não e mais um mistério!

1 mês – Inspiração e pesquisa

2 mês – Prioridades e orçamentos

3 mês – Primeiras decisões

4 mês – Mao na massa

5 mês – decoração

6 mês – montagem

7  mês – retoques finais

8 mês – fotos 

9 mês – Hora de descansar e arrumar a mala da maternidade 

Boa sorte!!!

Segunda, 06 Abril 2015

Etiquetas nas Visitas aos Recém-Nascidos

 

Hoje iremos abordar um tema bastante interessante e pouco discutido... Como se portar durante a visita a um recém-nascido? Esse momento requer alguns cuidados, que harmonizam muito bem com o bom senso dos mais chegados. Que essa dica possa servir como um auxílio para todos nós, que estamos sujeitos a passar por essa situação algum dia. Vamos lá?

Assistindo o parto – Existem maternidades nas quais os familiares podem acompanhar a gestante na enfermaria e posteriormente em uma grande janela assistindo ao parto. É bom lembrar que esse é um momento delicado e exige descrição. Claro que a emoção é maior, mas, contenha-se. Nada de exageros e muito barulho! 

Informe os pais sobre a visita - Antes de ir visitar o bebê é sempre bom dar uma ligadinha para os papais não serem pegos de surpresa. Nesse momento a mamãe estará se recuperando do parto (cirúrgico ou não) ao mesmo tempo em que se adapta à nova rotina.

Cuidado com as fotos - Muitos flashs não são muito agradáveis para quem acabou de nascer. E lembre-se antes de publicar qualquer foto ou vídeo comunique os pais.

Tempo de visita – Tente não passar de 15 minutos e não leve um batalhão de gente com você. Quando o bebê estiver em casa também seja breve e nunca apareça sem avisar.

Homens no local, só os mais íntimos da família - Se você é amiga da mamãe e vai visitá-la, deixe o namorado em casa. Homens em visita, só os mais chegados. Caso contrário, pode ser constrangedor para a mãe na hora de amamentar o recém-nascido ou mesmo pelos trajes 'de hospital' que ela usa.

Seja delicado nos assuntos – Evite partilhar aquelas histórias não agradáveis que aconteceram com você ou com aquela conhecida que quase morreu no parto, que teve todos os problemas para amamentar etc. Esse é o momento para boas histórias e dividir aprendizados.

Nunca peça para pegar o bebê que acabou de nascer – Por mais que você esteja se derretendo pela criaturinha linda que acabou de chegar ao mundo, não peça para pegar, ao menos que a mamãe não mostre preocupação quanto a isso. Esteja sempre com as mãos limpas! 

Nunca apareça na casa do papai e da mamãe para tomar café, almoçar ou jantar – Não esqueça que os pais estão muito atarefados para se preocupar em fazer comida e lavar ainda mais louça. É muito gentil de sua parte levar um bolo, uma torta ou até mesmo um pouco de comida. Faça aquele seu prato predileto e o leve com você.

Evite contato físico com o bebê - Beijar nem pensar e se você estiver doente nem sonhe em visitá-lo! 

Ajude os pais - Ofereça-se por exemplo, caso tenha disponibilidade, para ”fazer” a feira ou mercado para o papai e a mamãe. Quase ninguém se lembra disso, mas é muito importante.

Criança visitando um bebê – Caso você vá levar uma criança, oriente a mesma para se comportar.

Não faça visitas tarde da noite - é gentil que sejam feitas no máximo até às 20h. O bebê precisa dormir e geralmente depois de ser visitado fica agitado.

Guarde suas superstições com você - Quebrante, moeda no umbigo, visita menstruada, leite fraco, a necessidade de chazinhos e água para o bebê (antes dos 6 meses) são lendas. Deixe que a mamãe amamente sossegada e exclusivamente seu bebê até ele completar 6 meses e respeite a maneira dela criar o filho.

Não organize por conta própria festas de boas vindas para o bebê - O papai e a mamãe devem pensar em fazê-las convidando quem desejarem e no momento mais oportuno.

Organize visitas com pequenos grupos – Evite barulho na maternidade. A maioria delas não permitem que entrem todos ao mesmo tempo no quarto, afinal, não é uma festa.

Não acorde o bebê durante a visita – É difícil, mas é importante controlar ansiedade de vê-lo acordadinho, mas, a prioridade é o bem estar dele. Então, se ele estiver em seu momento de soninho, volte outra hora!

 

Fonte: Site GNT

Página 10 de 15